Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras com som

Gosto das palavras que escrevo, enquanto danço com os meus sentimentos ao som das músicas que escuto. Às vezes é o silêncio que me empresta toda a serenidade que faz nascer a poesia na ponta dos meus dedos.

Palavras com som

Gosto das palavras que escrevo, enquanto danço com os meus sentimentos ao som das músicas que escuto. Às vezes é o silêncio que me empresta toda a serenidade que faz nascer a poesia na ponta dos meus dedos.

Tão perto do céu

45668750_2138243289762797_3394944113005559808_o.jp

 

No alto da serra exilado, a montanha é o meu abrigo sob o céu iluminado! 
Às vezes um vento suave agita o ar, e na brisa que me me acaricia, eu sinto o teu respirar!

 

Neste lugar tão perto do céu, quebra-se então o silencio, e um grito de libertação ecoa! 
Aqui, tão perto das estrelas, a palavra ganha voz e o silencio abre-se para deixar passar o verbo amar!

 

Em noites de plenilúnio, aguardo que o sol nasça, para que da luz que dele emana, eu sinta o calor da tua pele sobre a minha!

 

A suave fragrância do teu corpo penetra-me a consciência, e faço dele o jardim proibido, onde os sentidos morrem de prazer!

 

E nós somos um instante, um momento que nos condena ao prazer da fusão, na esperança de um momento intemporal.

 

José Manuel Macedo - Autor