Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras com som

Gosto das palavras que escrevo, enquanto danço com os meus sentimentos ao som das músicas que escuto. Às vezes é o silêncio que me empresta toda a serenidade que faz nascer a poesia na ponta dos meus dedos.

Palavras com som

Gosto das palavras que escrevo, enquanto danço com os meus sentimentos ao som das músicas que escuto. Às vezes é o silêncio que me empresta toda a serenidade que faz nascer a poesia na ponta dos meus dedos.

Quem sou?...

Quem sou.jpg

 



Procuro no silêncio de mim a chave, o código, a saída. 
O não e o sim, o porquê da partida, o vazio da minha ausência…

Perguntas, interrogações… respostas incertas. 
O nada que me envolve, um grito a plenos pulmões, as veias abertas… o eu que se dissolve.

Quero saber a cura desta vida impura. 
Quero ter a verdade desta alma que me arde. 
Antes que acabe o meu dia, antes que seja tarde.

Digam-me para onde vou, sem falsa demagogia. 
Apenas e só a verdade.
Apenas saber quem sou…

José Manuel Macedo - autor
Foto do autor

 

Dia de chuva...

Dia de chuva.jpg

 

Era um dia de chuva em nossos corpos molhados
Tua pele de cetim sobre o teu corpo brilhava
Teu perfume de jasmim em meus sentidos entrava
Teus seios eram picos que os meus lábios escalavam

 

Um turbilhão de emoções dentro de nós cavalgou
e o teu corpo vibrante, num mar revolto ficou.
Naquele dia de chuva, por trás do vidro molhado
foste a gotícula dourada, na minha pele molhada!

 

O sol brilhante por entre as nuvens passou
e uma calma gostosa, de nós se apoderou!

 

O movimento do tempo, corre sempre sem parar.
Hoje já não temos tempo, falta-nos tempo para amar!

 

José Manuel Macedo - Autor

Imagem - Google